Ir direto para menu de acessibilidade.
ptenfrdeites
Parcerias

UFLA compartilha conhecimentos com 14 instituições para ampliar projeto com a Receita Federal

Publicado: Quinta, 27 Janeiro 2022 15:25 | Última Atualização: Quinta, 27 Janeiro 2022 16:58 | Acessos: 142
Fonte: UFLA compartilha conhecimentos com 14 instituições para ampliar projeto com a Receita Federal
Fonte: UFLA compartilha conhecimentos com 14 instituições para ampliar projeto com a Receita Federal

A parceria entre a Universidade Federal de Lavras (UFLA) e a Receita Federal para destinação sustentável de mercadorias apreendidas teve mais um avanço nesta quarta-feira (26/1). Uma equipe da UFLA ministrou treinamento para que 14 outras instituições possam colaborar no processo de descaracterização de aparelhos receptores de TV pirata apreendidos (conhecidos como TV box).

A capacitação foi realizada on-line. As instituições que passam a integrar a rede de colaboração e participaram do treinamento são as universidades federais de Itajubá (Unifei), Viçosa (UFV), Minas Gerais (UFMG - câmpus Frutal), Triângulo Mineiro (UFTM), São João Del Rei (UFSJ), Rural do  Semi-Árido (Ufersa); os institutos federais do Sul de Minas (IFSuldeMinas, com participação dos campi de Três Corações e Muzambinho), de São Paulo (IFSP), Triângulo Mineiro (IFTM), Norte de Minas Gerais (IFNMG), além do Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet - câmpus Varginha) e da Secretaria de Educação de Itabira (MG). 

Em dezembro de 2021, em uma iniciativa inédita no País, UFLA, IFSuldeMinas e Universidade Federal de Uberlândia (UFU) concluíram a descaracterização de 745 aparelhos receptores de tv pirata, que foram transformados em minicomputadores e doados a escolas da rede pública de ensino de municípios mineiros: Ijaci, Inconfidentes, Machado, Passos, Poços de Caldas, São Sebastião do Paraíso, Uberlândia e Varginha. A Receita Federal tem hoje mais de 600 mil desses aparelhos apreendidos. Para o delegado da Receita Federal em Varginha, o auditor-fiscal Michel Lopes Teodoro, a união entre instituições federais, estaduais e municipais é de suma importância para prestar um serviço de excelência para a sociedade. "O repasse do conhecimento sobre a descaracterização das TV box para as outras universidades tende a replicar essa iniciativa inédita para todo o País".

O professor Luís Henrique Sacchi, do IFSP - câmpus Salto, foi um dos participantes do treinamento e relata que, em breve, vão receber equipamentos para iniciar os testes de descaracterização. "A apresentação de hoje foi excelente e vai acelerar muito o nosso aprendizado. Acredito que, com os tutoriais, em pouco tempo o projeto estará rendendo frutos em São Paulo".  Com a perspectiva de resultados positivos para a Educação a partir do projeto de descaraterização, a participante Angélica Pena, coordenadora de Educação Empreendedora  de Itabira (MG), ressaltou que a iniciativa "com certeza, fará muita diferença para nossa sociedade e principalmente na busca de soluções neste novo contexto digital e sustentável".

Os instrutores do treinamento foram o servidor da Diretoria de Gestão da Tecnologia da Informação (DGTI/ UFLA) Anderson Bernardo dos Santos e o funcionário Weslley Ribeiro Camilo. Além deles, acompanharam o treinamento os delegados regionais da Receita Federal, Luiz Cláudio Martins Henrique (Uberlândia), Marcos Adriano Amorim (Juiz de Fora) e Michel Lopes Teodoro (Varginha), e o superintendente de Governança da UFLA, Adriano Higino Freire. Adriano reforça que, com a realização desse treinamento, a UFLA compartilha conhecimento, disseminando a tecnologia de descaracterização das TV box com outras instituições federais de ensino superior, para que essas também possam contribuir com a sociedade por meio desse projeto com a Receita Federal. 

  
 Fonte: Texto criado pela equipe da coordenadoria de Divulgação Científica e  Comunicação Social/UFLA. Disponível em: https://bit.ly/3GapNxs